sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Memories...

Já faz algum tempo que eu estava com uma idéia em mente e enfim decidi colocá-la em prática. Estive olhando o meu blog antigo e decidi fazer uma republicação das minhas antigas poesias, já que tornei-me incapaz de produzir novas, nos últimos anos. Postarei uma por uma aqui, totalizando quatro. Espero que apreciem meu antigo byronismo.


Deixai-me beber o meu vinho!

"O FANTASMA
Sou o sonho de tua esperança,
tua febre que nunca descansas
O delírio que te há de matar!..."

- Álvares de Azevedo


Cravo os meus olhos na noite escura
Sinto no peito a dor pálida, fria e cortante,
Voam meus sonhos e minh'alma errante
Na noite árida meu ser a ti procura.

Só o que me resta, o conforto do meu cálice
Aquele do qual padeço, em enleios,
Nas noites de solidão.

Entre as paredes vejo sombras,
Vultos que gritam em aflição.
Procuram o bálsamo à dor,
De tuas vítimas o perdão.

Sombras que vagam errantes na escuridão...
Vêem o meu suplício e a minha dor?
Levem-me junto ao caixão,
Pois na noite vazia bebo, rogo e choro em vão...

23/04/2006 – 00:08.

6 gota(s) de chuva:

Marcela disse...

Nossa.. meio triste, Neto... mas tudo o que é triste é lindo. Nunca vi um poema triste que não fosse lindo, nunca vi um poeta triste que não fosse gênio.
Mas eu prefiro que vc seja feliz...
De todo jeito, maravilhoso.
Estou ansiosa pelos próximos.
Beijo

Kari disse...

A poesia tem o mesmo toque das crônicas e contos...
Triste, porém belíssima!!!!

Esperarei pelas outras...

Beijão

Respira-me disse...

já percebi que vc gosta muito de Álvares de Azevedo.
Ah, e suas poesias de tão melancólicas, são tão intensas e lindas!

:*

R Lima disse...

Vc já era bom assim na escrita desde 06? Parabéns!!!


E concordar contigo é fácil.. em noite vazio... o choro é vão para os que verdadeiramente sofrem,.


Abçs,




Texto de hoje: CéRebRo...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Fire disse...

é verdade vc seria um bom autro ultra-romantico :D

Palavras de um mundo incerto disse...

Irmão,

Choros que se transformaram em poesia!!!!!!!


Bah, a primeira poesia que li tua, já me deixou pensando!!!!!!!


Abs!!!!1


Marcos Ster